5 DICAS PARA ESCOLHER UMA BOA ESCOVA

Com dúvidas na hora de escolher a escova de dentes ideal? Continue lendo o nosso post, pois esclarecemos as principais dúvidas sobre o assunto.

Para ter aquele lindo sorriso é essencial, além de ter uma boa higiene bucal, fazer uma excelente escovação diária. Porém, pode ser comum algumas pessoas escovarem de forma errada, assim, prejudicando assim a eficácia da tarefa. Além disso, escolher a escova correta é primordial para que a limpeza seja eficiente.

Algumas dúvidas podem surgir na hora da escolha, uma das principais ferramentas para manter os seus dentes limpos e saudáveis. Entre elas podemos citar:

  • A escova precisa ter cerdas duras ou macias? Cabeça grande ou pequena?
  • Com tantas formas, tamanhos e estilos de escovas de dente no mercado, decidir qual tipo comprar pode ser confuso, não é mesmo?

Por esse motivo resolvemos trazer, neste artigo, cinco dicas para escolher uma boa escova de dentes. Vamos lá?

#Dica 1 – A opção mais cara nem sempre é a melhor

Apesar de a maioria das pessoas acreditar que as escovas mais caras são as mais eficientes, ou seja, com o que a tecnologia possui de melhor, elas não necessariamente são as melhores.

Isso acontece por que o que ocasiona uma higiene bucal efetiva é o movimento correto realizado com a escova para quebrar as placas bacterianas que ficam presas nos dentes. Dessa forma, a escovação é eficiente quando a escova através dos movimentos corretos limpa e remove qualquer resíduo de alimento.

#Dica 2 – Escovas especiais para alguns casos

Para quem precisa de uma “mãozinha especial” na hora de escovar os dentes, como, por exemplo, crianças, idosos e pessoas com alguma limitação nos movimentos, uma escova elétrica pode ser uma boa opção para dar mais autonomia e garantia de uma limpeza correta durante a escovação.

Já para as pessoas que utilizam aparelho fixo o ideal é usar a escova de dentes ortodôntica que possui cerdas em formato “V” que varrem toda sujeira além dos bráquetes e fios de aço.

#Dica 3 – Sempre preste atenção no formato da escova

Você sabia que o formato da escova conta muito na hora da higiene, principalmente, quando se trata da cabeça da ferramenta? Isso vale, por exemplo, para as pessoas que têm a abertura de boca limitada e que não extraíram os dentes sisos.

Nesse caso, o indicado são as escovas de cabeça pequena e arredondada. Assim, fica possível alcançar as áreas mais escondidas da boca durante a higiene e acabar com todo o excesso de placa.

#Dica 4 – Atenção às cerdas

É comum as pessoas acharem que as cerdas são responsáveis por varrer toda a sujeira dos seus dentes, ou que são todas iguais. Porém, não é bem assim.

Para a remoção adequada do acúmulo de placa bacteriana e restos de alimentos dos dentes e gengiva sem ferir o tecido gengival ou desgastar o esmalte dentário o indicado pelos dentistas é a escova de cerdas macias.

Em compensação, as de cerdas mais firmes e duras são indicadas para as pessoas que possuem prótese dentária.

#Dica 5 – Na dúvida sempre peça ajuda ao dentista

Ainda ficou com alguma dúvida sobre qual escova de dente usar? Nesse caso, o ideal é procurar o seu dentista.

Aproveite a oportunidade e esclareça também outras dúvidas sobre saúde bucal – desde a forma certa de usar o fio dental, se realmente é necessário escovar a língua até a maneira correta de usar o enxaguante bucal. E lembre-se: manter-se sempre atualizado nunca é demais para manter a sua boca e dentes saudáveis e bonitos!